Vem me seguir também...vem

PARA ACHAR ALGO DIGITE A PALAVRA

terça-feira, 30 de setembro de 2008

* HENRY JACOB E A PRIMEIRA IGREJA CONGREGACIONAL PERMANENTE NA INGLATERRA.

Primeira Igreja Congregacional em Manchester


Um dos nomes mais importantes na história das origens do Congregacionalismo inglês foi Henry Jacob (1563-1624). Ele é considerado até o fundador dos Independentes ou Congregacionais puritanos na Inglaterra.[1] Juntamente com William Ames (1576-1633), o proeminente teólogo exilado na Holanda e William Bradshaw (1571-1618), grande escritor puritano, Jacob deu os contornos da posição independente ou Congregacional, não-separatista, da qual descende o Congregacionalismo moderno.Jacob era um clérigo ordenado e ativo no movimento de reforma puritana dentro da Igreja da Inglaterra. Por seu trabalho em prol dos dissidentes e por suas discussões com Francis Johnson por uma reforma moderada dentro da Igreja Anglicana, foi posto na prisão.Depois, Jacob foi exilado na Holanda e em Leyden se tornou membro da congregação de John Robinson que havia também fugido para ali desde 1608.[2] Passado algum tempo começou ele mesmo uma congregação em Middelburg, onde encontrou-se também com William Ames. Com seu trabalho missionário ajudou a estabelecer um bom número de congregações não-separatistas entre 1609 e 1616.Em 1616, Jacob retornou a Inglaterra e começou a por em prática seus conceitos de um tipo novo de política congregacional. Ele ensinava tradições mais avançadas de separatismo, seu conceito era de que a autoridade descansava na congregação e em seus membros, não na Igreja Nacional.Na época, Southwark, Londres, era a fornalha do não-conformismo inglês, lugar onde as pessoas estavam insatisfeitas com os rumos da Igreja Anglicana. Ali então, Jacob deu forma a uma igreja nos moldes do Novo Testamento.[3] Foi escolhido então como seu pastor por votação, com oração e imposição de mãos.[4] Esta igreja em Southwark é apontada como a primeira Igreja Congregacional estabelecida e permanente na Inglaterra.[5]

__________________
NOTAS.


[1] SANTOS, Gilson. “A Confissão de Fé Batista de 1689”, p. 7, disponível em <http://www.crbb.org.br/> Acesso em 25/08/07; CAIRNS, Earle E. O Cristianismo Através dos Séculos, 2a ed. (São Paulo: Vida Nova, 2006), p. 274.

[2] WALKER, Williston. História da Igreja Cristã, 2ª ed. (Rio de Janeiro: JUERP/ASTE, 1980), p. 552; CAIRNS, Earle E. O Cristianismo Através dos Séculos 2a ed (São Paulo: Vida Nova, 2006), p. 274.

[3] DEXTER, Henry Martyn, A Hand-Book of Congregationalism (Boston: Congregational Publishing Society, 1880), p. 9; CAIRNS, Earle E. p. 274.

[4] Conforme WADDINGTON, John. “The Church in Southwark” em <http://oll.libertyfund.org/?option=com_staticxt&staticfile=show.php%3Ftitle=857&chapter=144852&layout=html&Itemid=27> Acesso em 27/08/07.

[5] SANTOS, Gilson. “A Confissão de Fé Batista de 1689”, em <http://www.crbb.org.br/> Acesso em 25/08/07. Apesar de que alguns apontam não essa congregação, mas a que foi organizada em Scrooby perto de 1600 como a primeira. Conforme DEXTER, Henry Martyn. p. 9; e também <www.lynngallup.org/appen_g10.htm> Acesso em 23/08/07.

Nenhum comentário: